terça-feira, 13 de abril de 2010

Saideira












Despedida.

Ligeiramente áspera. Desencontro mutuo, já sabíamos. Não é surpresa, o prazo de validade venceu como todas as coisas que nascem com essa condição de estado, passagem, passaram.

Aspirina em copo de água, esse foi o tempo em que se desenvolveu o mini conto e a cor é laranja assim como o sabor.

O desejo que fica é de um caminho de seda, de eterna sedução, deslizando entre as palavras e vendo as cores petrificarem-se vivas no falecimento das possibilidades.

(Juliana Trentini)

Um comentário:

  1. Você sabe o peso que tiveram... essas tais palavras. impressionante.

    ResponderExcluir